Arquivo da categoria: Cultural

Classe médica retorna à Fundação Cultural

Em reunião na Fundação Cultural Cassiano Ricardo em 22 de janeiro, a APM São José dos Campos voltou a ocupar uma cadeira no Conselho Deliberativo da instituição, da qual estava afastada há quatro anos.

A APM, representada pelo seu presidente, Sérgio dos Passos Ramos, retorna ao seu lugar histórico, junto com a Associação dos Engenheiros e Arquitetos, Ordem dos Advogados do Brasil e Associação dos Advogados.

Quarteto de Cordas da Orquestra Sinfônica na Casa do Médico

20121016-120529.jpg

Em iniciativa inédita, a APM São José dos Campos trouxe para seu auditório, no dia 22 de outubro, uma apresentação do Quarteto de Cordas da Orquestra Sinfônica local. O evento integrou a programação preparada pela Associação para comemorar o Dia do Médico.
O Quarteto de Cordas é formado pelos violinistas Matheus de Braga Castro e Isaias Lopes Ferreira, o violista Bruno de Almeida Carlos e o violoncelista Gustavo Pinto Lessa, todos da OSSJC.
Segundo Marcelo Stasi, diretor artístico do grupo e regente da orquestra, o quarteto de cordas permite mais ousadia do que em uma composição orquestral. “É uma formação muito tradicional da música de câmara. Grandes músicos clássicos compuseram mais quartetos do que sinfonias e com essa nossa nova formação, a população terá acesso novamente às obras”.
O grupo faz parte do Projeto Orquestra Sinfônica de São José dos Campos e é viabilizado pela Prefeitura Municipal de São José dos Campos, por meio da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, tendo a AJFAC (Associação Joseense para o Fomento da Arte e da Cultura) como entidade executora.
Após a apresentação foi servido uma taça de espumante para comemorar a data.

Cine Debate no Parque Vicentina Aranha

Cine Debate no Parque Vicentina Aranha

A Associação Paulista de Medicina, de São José dos Campos, realizou no dia 20 de setembro, às 20h, a exibição do filme Cinema Paradiso no Parque Vicentina Aranha. O drama italiano de 1988 é estrelado por Philippe Noiret, Jacques Perrin e Marco Leonardi. O longa conta a história de Toto, um cineasta de sucesso, sua paixão pelo cinema e a relação com Alfredo, o projecionista da pequena cidade onde o cineasta cresceu.

Após a exibição houve debate com o cineasta joseense Claudio Yosida, o ator e diretor Massayuki Yamamoto e o médico psiquiatra Dr. Hélio Souza Lima.

O Cine Debate é uma realização da Associação Paulista de Medicina, sob coordenação do diretor cultural João Manuel Maio, e conta com o apoio da AJFAC (Associação Joseense para o Fomento da Arte e da Cultura).

Abertura

Antes do Cine Debate a Banda CheckJazz ise apresentou com o melhor do jazz, blues e bossa nova, usando todo com swing e improvisação característicos da banda. A CheckJazz tem como integrantes Marcelo Simões (guitarra), Felipe Mascarenhas (baixo), Marcus Flexa (teclado e guitarra) e Marcelo Moreira (bateria).

São José dos Campos homenageia mulheres em março

A Associação Paulista de Medicina (APM) – Regional São José dos Campos realizará em sua sede, dia 14 de março, às 20h, comemoração ao Dia Internacional da Mulher.

Para a ocasião, a APM escolheu 11 mulheres da cidade, que por suas iniciativas sociais, de apoio à cidadania e saúde na região, se destacam em suas atribuições, independentemente da profissão.

Sérgio dos Passos Ramos, presidente da regional, acredita que o evento será positivo para os moradores. “Consideramos que terá grande repercussão na população local e no estímulo aos cuidados com a saúde”, argumenta.

Confira a lista de homenageadas:

Rosemary Dominguez Sanz – Presidente GACC (Grupo de Assistência a Criança com Câncer) São José dos Campos
Meire Cristina Nunes Vieira Ghilarducci – Superintendente Executiva do Hospital Próvisão
Vanessa Vantine – Jornalista da TV Globo São José dos Campos
Solange Moraes – Jornalista da TV Bandeirantes São José dos Campos
Tânia Campelo – Jornalista do jornal Bom Dia São José
Mariana Camargo Guimarães – Médica
Silvana Maria Figueiredo Morandini – Médica
Terezinha Veneziani Silva – Médica
Ângela Moraes Guadagnin – Vereadora de São José dos Campos
Renata Paiva – Vereadora de São José dos Campos
Antonia Ramos – Líder da comunidade Beira Rio

Luz e sombra nos Espaços Culturais

Luz e sombra nos Espaços Culturais.

Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR) recebe nos dias 27 e 28 de janeiro, duas apresentações da peça teatral “Anjo de Papel”, da Cia. Fios de Sombra, com direito a oficina teórico-prática sobre sombras e transparências, realizada pela própria companhia de teatro.

No dia 27, às 20h, a apresentação do espetáculo será no Espaço Cultural Cine Santana. Já no dia 28, às 14h, no Espaço Mário Covas, será realizada a oficina “Entre sombras e transparências“, onde também, às 20h, o grupo apresenta novamente o espetáculo “Anjo de Papel”.

Para a apresentação dessa peça, a Cia. Fios de Sombra se utiliza da técnica milenar que utiliza basicamente uma fonte de luz e uma superfície, onde se projetam as sombras que encenam a história.

A entrada para assistir as apresentações é gratuita, porém para participar da oficina é necessário chegar ao local com antecedência.

O espetáculo tem apoio da FCCR e faz parte do Proac – Programa de Ação Cultural, da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, que visa realizar apresentações por cidades do estado de São Paulo, com o objetivo de promover o teatro de animação e contribuir com a formação de plateia.

Sinopse: a peça Anjo de Papel conta a história de Clara, uma mulher idosa que nada tem além de uma tesoura de metal, que encontrou jogada. Todos os dias ela vagueia por um mundo de papel amontoado, procurando retalhos para dar forma aos seus sonhos. Em um desses passeios, encontra um anjo de papel caído e decide cuidar dele. Assim, entre cuidados e insônias nasce uma amizade, que mudará seus destinos para sempre.

A oficina:
Ministrada por Rafael Curci, Lucas Rodrigues e Paloma Barreto, “Entre Sombras e Transparências”, ensina a técnica milenar utilizada na encenação da peça. Mediante a construção e animação das silhuetas dos personagens, os participantes poderão explorar as infinitas possibilidades da técnica que utiliza uma fonte de luz e uma superfície onde se projetam as sombras, além de explorar os distintos materiais, suas inúmeras movimentações e articulações, as várias fontes de luz e também criação de histórias.

Serviço:
Espaço Cultural Cine Santana – Avenida Rui Barbosa, 2005, Santana. Espaço Mário Covas – Praça Afonso Pena, 29 – Centro. Informações: (12) 3924-7317.

Assessoria de Comunicação
Fundação Cultural Cassiano Ricardo