Conheça o desempenho da 3ª Distrital da Associação Paulista de Medicina

Conheça o desempenho da 3ª Distrital da Associação Paulista de Medicina

Na série sobre as Regionais e Distritais da APM, cujo critério de publicação é a ordem numérica de classificação (de 1ª a 14ª), chegamos à 3ª Distrital, formada por Regionais localizadas no Vale do Paraíba: Campos do Jordão, Caraguatatuba, Cruzeiro, Guaratinguetá, São José dos Campos e Taubaté.

Para o diretor da 3ª Distrital, Lauro Mascarenhas Pinto, suas Regionais têm grande potencial de crescimento e boa parte delas está dedicada a se desenvolver de forma estruturada.

“Nossa região tem trabalhado muito. São José dos Campos e Taubaté, por exemplo, são bastante atuantes quanto à defesa profissional. Temos metas ambiciosas: alcançar, até o fim da gestão (2014), no mínimo mais 40% de associados em cada uma das Regionais”, revela.

Atuação

Das seis regionais da 3ª Distrital, a mais nova é Campos do Jordão, inaugurada em outubro de 2011. Nos poucos mais de oito meses de atuação, tem investido principalmente na educação médica continuada, por meio do Projeto Atualize, que promove jornadas de atualização médica destinadas a especialistas de diversas áreas.

Quando o assunto são ações para a valorização do trabalho médico, Taubaté e São José dos Campos se sobressaem – e também são as que mais agregam associados, além de estarem localizadas em cidades onde há faculdades de medicina.

No caso da APM Taubaté, a sede própria, existente desde 1949, atende mais de 500 associados e recebe diversos encontros médicos, reuniões e eventos culturais, esportivos e literários destinados à classe e ao público em geral.

Um dos pontos defendidos pelo presidente desta Regional, Flávio Luiz Lima Salgado, é a distinção entre bacharéis em saúde e médicos certificados, como já acontece no caso dos bacharéis em Direito e advogados. “Nossa luta em prol dos direitos dos médicos é diária, ainda que os resultados estejam distantes do ideal para a classe. É imprescindível tornar obrigatório o exame do Cremesp para que a população tenha garantia de que será atendida por profissionais capacitados”, defende.

Para a vizinha Regional de São José dos Campos, que também possui sede própria e realiza diversos eventos médicos e sociais, o objetivo do trabalho diário é fortalecer a APM como entidade única, destacando a valorização dos profissionais de medicina em âmbito estadual, não apenas local.

Como explica o presidente, Sergio dos Passos Ramos, o tema defesa profissional é o que atrai a maioria dos médicos, especialmente os residentes. “Além de falar com os que já estão na ativa, nosso foco são os residentes e jovens médicos da região. Temos parceria com o Conselho Regional de Medicina para, na cerimônia de entrega do registro, apresentarmos aos novos médicos tudo o que a APM oferece em termos de serviços e facilidades para o cotidiano”, explica.

Em fase de ajustes

De acordo com Lauro Mascarenhas Pinto, as Regionais de Guaratinguetá, Caraguatatuba e Cruzeiro estão em processo de reorganização de suas atividades e, logo que forem resolvidas algumas questões internas, voltarão a buscar associados para a APM, contribuindo para o fortalecimento do associativismo.

“Está aumentando a conscientização de que precisa haver mais união, que o médico precisa ter coragem de enfrentar os planos de saúde e os gestores públicos para exigir seus direitos como profissional e como cidadão”, finaliza o diretor da 3ª Distrital.

Matéria publicada na Edição 635 da Revista da APM – Julho de 2012

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s